terça-feira, 1 de maio de 2012

Museu Vitoria & Albert parte I

Estive no Museu Victoria e Albert em homenagem a Rainha Vitoria e o príncipe consorte Albert.
Victoria e Albert se apaixonaram pouco depois de se conhecerem e se casaram em 1840, ele com 20 e ela com 18 anos. Durante os vinte e poucos anos que viveram juntos tiveram nove filhos. Os dois, embora bastante conservadores, tinham a mesma paixão por artes e cultura. O Príncipe Albert foi um dos organizadores de um dos mais importantes eventos em cultura, ciência e tecnologia da era vitoriana – a Grande Mostra de 1851 (Great Exhibition of the Works of Industry of all Nations). Com a renda gerada na mostra, foram fundados os museus Victoria & Albert, Science Museum e Natural History Museum e a região foi apelidada, na época, de Albertópolis.
Ao se casar com a Rainha Victoria, Albert não podia ser coroado rei – não é assim que funciona. Ele recebeu o título de Príncipe Consorte, o mesmo título que o marido da Rainha Elizabeth tem hoje. O filme A Jovem Vitoria (The Young Victoria) mostra a história do início do relacionamento e do casamento dos dois. Mostra também Albert tentando proteger Victoria no atentado que sofreu: um homem atirou contra ela quando ambos passeavam em uma carruagem aberta.




Victoria and Albert Museum (frequentemente abreviado para V&A, em portuguêsMuseu Vitória e Alberto) é um museu de Londres, talvez o maior museu de artes decorativas e design, dispondo de uma colecção permanente superior a 4,5 milhões de objectos.
Foi fundado em 1852 como museu do Sul de Kensington, e desde essa data o V&A tem crescido e prevê aumentar ainda o espaço atual. As suas colecções mostram 5.000 anos de arte, desde os tempos antigos até ao presente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário