sábado, 30 de julho de 2011

Jorge Vercilo, porque o sábado só esta começando!

Verdade colorida!

 
Escrito por uma criança africana....
Pensamento surpreendente!!!


Quando eu nasci, era Preto; 

Quando cresci, era Preto; 
Quando pego sol, fico Preto 
Quando sinto frio, continuo Preto 
Quando estou assustado, também fico Preto. 
Quando estou doente, Preto; 
E, quando eu morrer, continuarei preto! 

E você, cara Branco, 
Quando nasce, você é rosa; 
Quando cresce, você é Branco; 
Quando você pega sol, ficaVermelho; 
Quando sente frio, você fica roxo; 
Quando você se assusta fica Amarelo; 
Quando está doente, fica verde; 
Quando você morrer, você ficará cinzento. 

E você vem me chamar de Homem de Cor??!!

Coca Cola light do São Paulo Fashion Week!

Roupas feitas com papel higiênico CASHEMERE!


Looks de Papel Higiênico

WithCashmere
Ao olharmos para estes lindos looks seria difícil imaginar que essas criações são totalmente feitas de papel higiênico. The White Cashmere Collection é um desfile de moda organizado pela BT Couture, uma empresa canadense fabricante do papel higiênico chamado Cashmere.

WithCashmere5
Foram convidados oito estilistas canadenses para contribuírem com suas criações. Esses profissionais desenvolveram um magnífico trabalho de modelagem tridimensional, com minuciosos detalhes de dobraduras, drapeados, recortes e outros recursos. Tudo isso num material tão frágil como o papel higiênico.
WithCashmere1

A coleção é feita para a promover a campanha em prol da luta contra o cancer da mama. A cada papel higiênico vendido a empresa contribui com 25 centavos para a Canadian Breast Cancer Foundation.

WithCashmere4


É sem dúvida uma campanha muito original, com excelentes trabalhos, e ainda é por uma boa causa.

WithCashmere7
WithCashmere6

Vá ao brecho. Voce vai adorar!


Roupas únicas, cheias de estilo e que ainda fazem bem ao planeta. É isso que você irá vestir ao comprar peças de brechós. Nesses lugares é possível descobrir coisas incríveis e reaproveitar em vez de comprar roupas novas. Além de evitar a confecção de novos produtos e reduzir a geração de lixo, você ainda pode dar um up no visual sem gastar quase nada.
Existem centenas de brechós espalhados por todo o país, cada um mais charmoso que o outro. Lá você encontrará de tudo, desde roupas da vovó até peças de grife. Fuçando um pouco você descobrirá que para ficar na moda não é preciso se render ao consumismo e que verde é mesmo o novo preto.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Joias das escravas brasileiras

Balangandãs, barangandãs, berenguendéns: misticismo em adorno

Penca de balangandã



Jóia Escrava
O Balangandã é um objeto de significado ritual religioso afrodescendente, confeccionado em prata e outros materiais encastoados desse metal. Os balangandãs são frutas, figas, moedas, contas de louça, dentes de animais, reunidos em uma peça de prata chamada nave. As pencas de balangandãs integraram as roupas tradicionais de crioula na Bahia do século XIX.
Palavra de origem onomatopaica sugerido pelo chocalhar dos enfeites, Luís Câmara Cascudo nos informa que Beaurepaire Rohan já o registrara no seu Dicionário de vocábulos brasileiros, e Gilberto Freire, em seu Casa grande e senzala, fala que, ao tempo da escravatura, segundo Agostinho Marques Perdigão Malheiro, vestiam-se nossas senhoras à baiana, com tetéias, barangandãs, corações, cavalinhos, cachorrinhos e correntes de ouro.
Alguns historiadores indicam seu surgimento na Bahia. São miniaturas de objetos, sinais e símbolos originalmente confeccionados em metal, normalmente ouro ou prata. Entre eles encontramos a figa, espada, animais, búzios e frutas, reunidos em uma argola também metálica. Seu nome, Balangandã, imita o som que produziam quando eram agitados pelos movimentos do corpo de quem os usava.
Conheça os amuletos da penca de Balangandãs original, usada pelas negras:
· Corrente: símbolo da escravidão. afasta mau olhado e doenças.
· Pão de Angola: símbolo da longevidade.
· Pomba: símbolo dos santos martires e devoção cristã.
· Romã: símbolo do gênero humano e fecundidade.
· Ferradura: símbolo da felicidade e sorte.
· Cabaça: Cosme e Damião - Usado para guardar água pelos escravos.
· Sol: Oxumaré - Deus do arco-íris e chuvas.
· Lua, Arco e Flexa: Oxóssi - Deus das florestas e da caça, São Jorge.
. Caranguejo: Omolú - Deus do Sofrimento.
· Espada: Iansã - Deusa dos raios, ventos e tempestades.
· Caju ou Machado duplo: Xangô - Deus do raio, trovão, fogo e justiça.
· Peixe: Yemanjá - Deusa das águas salgadas.
· Cajado: Oxalá - Deus do ar,céu, rios e montanhas.
· Uvas ou Leque: Oxum - Deus das águas doces, fontes e cachoeiras.
Negras escravas os usavam amarrados à cintura em dias de festa.
Acredita-se que negros vindos da região do Islã foram os responsáveis pela produção desses ornamentos, eles conheciam técnicas de fundição e trabalho dos metais. Escravos vindos dessas regiões chegaram em grandes quantidades à Bahia.
Diz-se que os Balangandãs afastam o mau-olhado e forças negativas.
Cláudio Rebello

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Vitrine do Sarastro Cafe Brecho em homenagem a Amy Winehouse.



Frase de Carlito Brasil, proprietário: "Winehouse significa vinho da casa. Que pena que voce não quis envelhecer como um bom vinho."


O Sarastro Cafe Brechó fica na Rua Belmonte, 118, Rio Vermelho. Contatos: 55 (71) 3011 - 8751. Aceitamos VISA e MASTERCARD cartões de DÉBITO. E - mail: sarastrocafebrecho@gmail.com. HORÁRIO: Segunda a Sexta 9 às 12h (pela manhã) ou 15 às 19h (pela tarde). Sábado - 9 às 12h

Frase da moda!

" VESTIR-SE É DIZER AO MUNDO QUEM É VOCÊ" -VIVIANNE WESTWOOD



“Nunca devemos confundir elegância com esnobismo.”

Yves Saint Laurent


” As solas pretas são para viúvas; as beges, para as milanesas. As vermelhas, para as que querem flertar e ainda têem tempo de dançar”
Christian Louboutin


Vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a mulher.
Coco Chanel
"Precisamos mais da moda do que das roupas, não para cobrir nossa nudez, mas para vestir nossa auto-estima!"
Colin Mcdowell

“Estilo é saber quem é você, saber a mensagem que quer passar e não dar a mínima para o resto” –
 Gore Vidal

Aposte no verão de bolsas colorida e ganhe fácil, fácil

Cor é regra nas bolsas do verão 2011

 
O que a Classic box, da Celine, a Libertine, da Dior, e a Alexa bag, da Mulberry, têm em comum? Além do título de bolsas da temporada, foram parar nos ombros das famosas e trend-setters em tons neutros, como camelo, preto e marrom – mesmo que tenham sido fabricadas em outras cores.
Chanel; Christian Dior; Louis Vuitton; Miu Miu; Loewe, Louis Vuitton.
Chanel; Christian Dior; Louis Vuitton; Miu Miu; Loewe, Louis Vuitton.
Mas, segundo as passarelas internacionais, o verão 2011 é das bolsas ultra coloridas. Para facilitar: pense em pink, não em rosa, e roxo, ao invés de lilás. Até as marcas famosas pelos acessórios em tons neutros, como a Louis Vuitton e a Hermès, apostaram nos modelos coloridíssimos.
Z Spoke by Zac Posen; Hermès; Marc by Marc Jacobs; Marc by Marc Jacobs; Loewe; Dsquared2.
Z Spoke by Zac Posen; Hermès; Marc by Marc Jacobs; Marc by Marc Jacobs; Loewe; Dsquared2.
Na hora de usar, há dois caminhos basicamente: look neutro e bolsa colorida – mantô camelo e bolsa laranja, ou jeans, casaco preto e bolsa turquesa, como ensina Giovanna Battaglia, a editora de moda da revista L’Uomo Vogue – ou efeito color blocking – camisa amarela e bolsa verde, ou top pink e bolsa vermelha, como já apostou outra italiana, Viviana Volpicella, assistente de Anna Dello Russo e expert na arte de misturar tons fortes.
Miu Miu; Louis Vuitton; Dquared2; Blumarine; Just Cavalli; Christian Dior.
Miu Miu; Louis Vuitton; Dquared2; Blumarine; Just Cavalli; Christian Dior.

Estilo da celebridades: Demi Moore e Ashton Kutcher


 Vestido Andrew Gn, sandálias prata  Jimmy Choo  Ashton  muito elegante em seu terno branco, também.Estou impressionada, e você?

Coca Cola by Manolo Blahnick

Edição limitada assinada por Manolo Blahnick lançada em 2009[coke-manolo-blahnik-.jpg]

Um traje para cada dia. Elegância em todas as proporções!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Veja seu estilo de botas para todas as estações. Aproveite a sandália no verão



Desfile de trajes de alunos de cursos de moda pelo mundo afora!

Pós-graduação Fashion Week 2011: Salisbury, Salford e Singapura

Aqui temos algumas das peças de Wiltshire Universidade Salisbury, da Universidade de Salford e, finalmente, La Salle College Of The Arts Singapura. Você pode encontrar mais informações no GFW site, as imagens são de desfiles .

Salisbury

A partir de Salisbury, temos o stylings ligeiramente sadomasoquista de Wiles Elie seguido por Fateha Ali e Sogi Kiranjit.

Salford

De Salford temos Amy Ridley, Angela Ford, Kerri Goulden e Olivia Deeney.

Cingapura

La Salle,  colégio de Singapura temos Florentsya, Maheshika Thudawa e Mia Budiman.

Shots estão sempre na moda para quem esta em forma.


Nem sempre é fácil suportar  o calor durante o verão, quando você tem que vestir adequadamente para o seu dia de oito as seis. Embora, muitas vezes,  voce queira usar seu favorito par de shorts curtos, quando a temperatura atinge 40º, esses conjuntos não são exatamente adequados para uma reunião semanal média com o patrão. De Marc, DVF e Jason Wu, nas coleções de  Primavera 2011 mostraram muitas maneiras de usar esses calções divertidos e funcionais. Desde a praia  ate o escritório pode ser usado, com alguns  ajustes também. Então, se você está afim de um look casual ou quer vestir-se com um modelo  mais adaptado, descobrimos o melhores calções a serem usados neste verão que vão para a balada ou para o trabalho( olhe o comprimento). Verifique as apresentações acima e confira  três maneiras favoritas de usar a tendência. Enjoy yourself!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Frase do dia





“Uma moda que não atinge as ruas, não é 

moda”
 Coco Chanel


Inspiração para festas infantis. Eles vão adorar!


Roupas de Balões

twisted-ballons-17
Os artistas que trabalham com balões levam muito a sério sua profissão, existem várias escolas que pesquisam novas formas de criar decorações temáticas e em todo o mundo são realizadas convenções  sobre o assunto.
twisted-ballons-01
twisted-ballons-03

Na China é realizado um evento chamado “Balloon Fashion Show”,onde são apresentadas ao mundo as mais incríveis criações com balões. O resultado disso é um grande show de Looks conceituais feitos inteiramente de balões, um espetáculo digno de ser admirado.
twisted-ballons-10
twisted-ballons-13
twisted-ballons-18

Coca Cola listrada! É fashion.

       O design criado por Nathalie Rykiel (filha da Sonia Rykiel) é listrado e colorido, além de divertidíssimo, e enfeita uma garrafa de alumínio que custará 1,25 euro. 

domingo, 24 de julho de 2011

Brecho é para quem tem estilo e não é escrava da moda!





Há quem diga que estar bem vestido é essencial. Para outros, pagar pouco é o que interessa. No universo quase ditatorial e movediço da moda, os brechós não são mais apenas lugares que transformam a antiguidade em algo “fashion”, eles têm virado escolha de muitas. É a oportunidade para, além de gastar pouco, trocar roupas que estão penduradas no armário há tempos e ainda reunir-se com as amigas, colhendo opiniões e formando novos “looks”.
“Prezar pelo desapego material é o principal objetivo, além da troca de roupa ser a temática perfeita para juntar as amigas, rende muita conversa e bons momentos. Só mulher sabe o quanto é ruim ter uma peça no guarda-roupa ainda com a etiqueta de compra e não conseguir usá-la, por vários motivos. Isso é exatamente o que move o Brechó Nem Luxo, Nem lixo”, descreveu a organizadora do evento comercial, Indira Leite Siqueira.
Indira explicou que tudo começou como uma tentativa de trocar roupas e angariar fundos para uma viagem de réveillon. “A gente achava bacana e então fomos fazendo mais vezes e já estamos no quinto mês. Nos encontros [brechós], agora, um amigo que é DJ toca e tem até umas bebidinhas de fim de tarde. Virou um programa muito legal para os domingos”, avaliou. Os brechós Nem Luxo, Nem Lixo acontecem nos primeiros domingos do mês e é divulgado através de redes sociais da internet e cartazes em alguns pontos de Fortaleza.
DIVERSIDADE DE GOSTOS E CLIENTES
O ditado popular “gosto é gosto” pode parecer óbvio, mas quando trata-se de escolha de roupa, tem uma aplicabilidade enorme. Os brechós têm esse sentido de multiplicidade de escolhas e vontades, é democrático e sem preconceitos. “É prazeroso quando vemos as pessoas acharem peças que interessam, independente da opinião dos outros. Uma calça tipo ‘leggin’ dourada ficou por três  domingos no brechó, porque a maioria das meninas não gostava. No último, um rapaz adorou e levou para casa”, exemplificou.
VIROU NEGÓCIO
Para Lúcia Maria Alves de Andrade, dona do brechó que leva seu nome, o negócio é a garantia do pagamento de seu aluguel e de todas as suas necessidades. “Onde eu conseguiria emprego para ganhar mais de um salário mínimo, sem ter estudo?”, indagou. A comerciante contou que fazia consertos de roupas e muitas pessoas acabavam esquecendo algumas peças. “Comecei a fazer consignação com alguns clientes e, hoje, aproximadamente 200 pessoas estão cadastradas como fornecedores”, destacou. A porcentagem das vendas é de 50% para fornecedor e o restante para Lúcia, exceto para os vestidos de festa, quando o percentual cai para 30% ao comércio.
Podia-se encontrar “de tudo” na sala da casa de Lúcia, que virou seu comércio. Vestuário para homens, mulheres e crianças, bolsas, sapatos, acessórios e até uma capa de crochê para vassoura. “É muito mais vantajoso, e nossa clientela tem aumentado muito. Algumas pessoas vêm todos os meses, e fazem compras para toda a família”, frisou Lúcia.
 Quando alguém compra uma coisa que não gosta ou que tem defeito, faço questão de trocar ou devolver o dinheiro. A confiança é muito importante”, analisou.
QUEM DESFAZ-SE DA PEÇA 
E QUEM A RECUPERA
“Antes, com R$ 90, eu comprava uma roupa, hoje compra quase 10”. A diferença financeira é lembrada pela aposentada Maria   Costa, que há mais de um ano veste roupas de brechó. Andando pelo comércio de Lúcia, procurando e experimentando peças, Maria do Socorro disse, apontando para as roupas que vestia: “ Tudo foi comprado em brechó. Nunca fui de pagar muito caro em vestuário e hoje que conheço vários brechós, pago menos ainda”, ponderou.

MUDANÇA DE ATITUDE E CONSCIÊNCIA
Alta escala de produção e baixa qualidade = ecologia prejudicada. Segundo a designer de moda e professora, Tânia Neiva, um dos destaques dos brechós segue uma trilha mais ecológica. “É uma tentativa, mesmo que implícita, de transformar o que é muito e ruim em bom e ecologicamente correto. Uma possibilidade para que as roupas não aumentem o lixo do planeta”, analisou. Ela destacou ainda que em países da Europa e nos Estados Unidos, essa corrente de vestuário com consciência ambiental já existe há algum tempo.
 

Sobre a inserção desse comportamento no estilo de vestir, a professora avaliou que já houve mudanças. “Em Fortaleza, diferentes de outros lugares, a tendência é de brechós que incentivam a troca das peças. O que antes era sinônimo de doação, hoje é oportunidade de fazer looks”, ressaltou Tânia. A designer falou ainda que os coolhunters, que são “caçadores de coisas legais”, estão de olho nessas tendências, que atraem o público.
Aqui  em Salvador o Sarastro Café Brechó no Rio Vermelho trabalha com roupas de grife com preço nunca imaginados para essa peças. Carlito Brasil não trabalha com doações ou troca de roupas pois em Londres onde morou por um longo período ele aprendeu como tocar o negócio de maneira inédita e trouxe para o Brasil essa novidade.
 Lá  no Sarastro podemos encontrar  roupas novas e vintage, sapatos de couro italiano, bolsas Queen,  acessórios lindíssimos.Uma visita mensal promove com certeza uma boa renovação no guarda roupa de quem sabe se vestir bem.
No Brecho funciona um café e a partir do mes de agosto esta nos planos de Carlito promover workshop e eventos de moda. A  consultoria de moda já funciona há um bom tempo!


Paula Magalhães adoro o Sarastro Café Brecho em Salvador e garimpa coisas maravilhosas por lá

Conselho para ter um bom final de domingo!

Sarah Jessica Parker na Vogue de agosto!

Sarah Jessica Parker, capa da Vogue americana de agosto, mostra que superou Carrie Bradshaw

Sarah Jessica Parker pode até estar vestida com os looks dos estilistas mais importantes, mas no ensaio da Vogue americana de agosto, a atriz mostra que definitivamente superou Carrie Bradshaw – ainda que os Manolo Blahniks tentem dizer o contrário.
Fotografada por Mario Testino, Sarah Jessica, que também é capa da edição, aparece com os três filhos (James Wilkie e as gêmeas Loretta e Tabitha) e o marido (o também ator Matthew Broderick) em clima família, papel que a atriz escolheu para a vida e que tem muito mais em comum com sua nova personagem Kate Reddy em  I Don’t Know How She Does It, filme dirigido por Doug McGrath que estreia em setembro nos Estados Unidos.
Kate é uma executiva e mãe de dois filhos batalhando para conseguir equilibrar as duas tarefas. “A vida da Carrie não tem absolutamente nada a ver com a minha. Eu adorei interpretá-la e isso mudou a minha vida de vários e maravilhosos jeitos, mas eu não sou uma louca do sapato e também não penso em moda o dia inteiro. Todas as escolhas que fizemos foram diferentes, mas com Kate eu realmente entendo a tentativa de ter uma vida”, diz a atriz na entrevista.

Sarah Jessica diz ainda que deixa a vontade de se produzir para quando sai à noite. “Eu tentei me fazer mais apresentável hoje”, diz ela à repórter sobre sua roupa: um vestido de seda amarelo Gerard Darel, suéter listrado, sapatilhas, bolsa Chloé e óculos escuros Chanel. “Mas as chances de não estar quando saio de casa de manhã são grandes”, confessa ela com modéstia.

A capa de agosto de 2011 é a sexta de Sarah Jessica para a Vogue americana. A atriz já havia aparecido em fevereiro de 2002 (fotografada por Mario Testino), agosto de 2003 (clicada por Steven Meisel), setembro de 2005 (por Annie Leibovitz), em junho de 2008 (também por Annie Leibovitz), e maio de 2010 (por Mario Testino).